ENTREVISTA COM JOÃO VICTOR GRANJA E VITOR MELO, DUBLADORES DE NICK E CHARLIE EM HEARTSTOPPER

"Heartstopper", adaptação da graphic novel de Alice Oseman, estreou na Netflix em 22 de Ab/22 com 100% de aprovação no Rotten Tomatoes. O índice tem por base 21 resenhas, até o momento, de diferentes publicações como Hollywood Reporter e AV Club.


Foto: Rotten Tomatoes

O sucesso foi espontâneo e muitos fãs já especulam a renovação da série para uma segunda temporada. Pensando nisso, o Yaoi Brasil foi atrás de João Victor Granja e Vitor Mello, os dubladores de Nick Nelson e Charlie Spring, respectivamente, aqui no Brasil, para bater um papo exclusivo sobre o trabalho recente. Confira:


Entrevista com João Victor Granja e Vitor Mello


João Victor Granja e Vitor Mello, o Yaio Brasil agradece imensamente a disponibilidade de vocês para responder algumas perguntas sobre o trabalho em “Heartstopper”. A equipe YB vibra com o retorno, sente-se lisonjeada pela confiança depositada e tem o maior prazer em divulgar e enaltecer o trabalho de vocês. Muito obrigado!


Vamos começar?


Você poderia falar um pouco sobre suas principais dublagens?


João Victor Granja: É claro! Eu sou feliz por ter dublado produções muito especiais, como: "O Incrível Mundo de Gumball" (Gumball Watterson), "Stranger Things" (Dustin Henderson), "It" (William "Bill" Denbrough)... as canções do "Steven Universo". São 13 anos de dublagem e muita dedicação. E agora temos "Heartstopper", emprestando minha voz ao Nick Nelson.


Vitor Mello: Acho que da pra destacar como minhas principais dublagens o Sam de "Atypical", o Valério de "Elite", o Carlos de "High School Musical - A Série", o Fjor de "Ragnarok", o Alex de "Julie And the Phantoms", Kitty de "Battle Kitty"... Acho que esses são os personagens mais relevantes recentemente.


Como funciona o processo de preparação para a dublagem de um personagem?


João Victor Granja: A gente recebe o script na hora, não existe uma preparação antes. Descobrimos o que acontece no episódio durante a própria gravação. Acho que isso é o mais difícil na dublagem, conseguir passar toda a emoção na hora e só pela voz. Precisa de dedicação e concentração.


Vitor Mello: É um pouco estranho falar isso, mas nós não temos um processo de preparação... Na maioria das vezes o dublador só descobre o que vai dublar quando chega no estúdio. Isso torna o nosso trabalho um pouco mais difícil, mas se faz necessário por todas as questões de confidencialidade e sigilo dos projetos. Acho que a melhor forma de se preparar pra dublar enquanto ator, é não parar de estudar e praticar com teatro, canto, interpretação, roteiro e qualquer outra coisa que possa nos agregar.


Como surgiu o convite para participar de “Heartstopper” e interpretar Nick Nelson?


João Victor Granja: Eu não fiz teste. Devem ter enviado um sample com a minha voz e a Netflix aprovou (que bom hahaha).



Como surgiu o convite para participar de “Heartstopper” e interpretar Charlie Spring?


Vitor Mello: É engraçado porque na maioria das vezes não rola um “convite”. Eu trabalho com dublagem há 9 anos, meus maiores trabalhos são de 4 ou 3 anos atrás... Nosso trabalho é uma construção de carreira, leva muito tempo até se alcançar papéis de relevância. Com quase todos os projetos nós fazemos testes com em média 3 atores para cada papel, a partir daí o cliente escolhe quem ele acha ideal. "Heartstopper" foi uma exceção, fui escalado diretamente pela VOX Mundi sem passar pelo processo de teste, mas isso é realmente muito raro.



Você já conhecia a Graphic Novel de Alice Oseman?


João Victor Granja: Conhecia! Sou fã dos quadrinhos. Já li os 4 volumes que saíram.


Vitor Mello: Já conhecia e tinha lido muito tempo atrás. Depois da minha primeira escala procurei ler novamente pra me lembrar dos detalhes da história e estar mais preparado pro trabalho.











Você tem algo em comum com Nick?


João Victor Granja: Me identifico bastante. Ele valoriza muito as amizades e se preocupa com as pessoas. Evita ao máximo brigas e eu também sou assim. Além de ser carinhoso.


Você tem algo em comum com Charlie?

Vitor Mello: Acho que com exceção de ser gay, não temos quase nada em comum. Ele é muito calmo, sereno, bom em esportes e é de exatas... eu sou o completo oposto disso tudo hahahahaha


Kit Connor como Nick e Joe Locke como Charlie

O que você aprendeu com seu personagem?


João Victor Granja: Ter paciência. Eu tenho um pouco hahaha mas sou bem agitado.


Vitor Mello: Eu não diria que aprendi com o Charlie, mas percebi com a história toda o quão importante é ter uma narrativa que conte histórias LGBTQIA+ sem envolver nenhum tipo de tragédia... são apenas pessoas vivendo suas vidas.


Existe a chance de conhecer o ator Kit Connor, que deu vida a Nick Nelson?


João Victor Granja: Eu quero! A Netflix bem que poderia providenciar isso.


Existe a chance de conhecer o ator Joe Locke, que deu vida a Charlie Spring?


Vitor Mello: Olha, não da pra dizer que é algo impossível, mas levando em consideração que ele nem sabe da minha existência, acho que se houver uma possibilidade ela é bem remota kkkk


Qual foi a cena mais difícil de interpretar?


João Victor Granja: Todas! Principalmente as mais emocionais. O Nick tá em uma fase de descobertas, um turbilhão de emoções passando pela cabeça. Eu adorei dublar a cena da praia e quando ele conta pra mãe que é bissexual.


Vitor Mello: Acho que a cena em que o Charlie e o Nick se escondem na festa de aniversário foi o mais difícil... não com relação ao sincronismo, já que tinham poucas falas, mas pra conseguir passar a emoção que tinha no original.


Você já conhecia os outros dubladores da série? Como foi trabalhar com Vitor Mello, dublador de Charlie Spring?


João Victor Granja: Conheço sim! Alguns pessoalmente e outros não. Gravei "Heartstopper" remotamente, do meu Home Studio. E achei o elenco perfeito. Sou mega fã do trabalho do Vitor, além de ser um amigo querido. Adorei participar desse trabalho. Com direção impecável da Fernanda Bullara.


Vitor Mello, dublador de Charlie Spring em "Heartstopper"

Você já conhecia os outros dubladores da série? Como foi trabalhar com João Victor Granja, dublador de Nick Nelson?


Vitor Mello: A dublagem é um universo bem pequeno, embora eu seja de são Paulo e muitos dubladores do Rio, eu já conhecia o trabalho deles por assistir em algumas produções. Trabalhar com o João foi ótimo, nós ainda não nos conhecemos pessoalmente, mas já nos falamos há cerca de 2 anos. O João tem uma visão muito parecida com a minha a respeito da importância do nosso trabalho e leva ele muito a sério. Passamos as semanas trocando informações e conversando a respeito do projeto entre as escalas, foi incrível.


João Victor Granja, dublador de Nick Nelson em "Heartstopper"

O quão importante é participar de uma obra como “Heartstopper”?


João Victor Granja: É uma série que tá sendo muito importante pra nova geração. Mostra que você pode ser amado e amar quem quiser. E tudo é apresentado de forma sensível e emocionante. Eu fico extremamente feliz de emprestar minha voz ao Nick e participar dessa história. "Heartstopper" é um acalento pro coração das pessoas.


Vitor Mello: Pra mim traz uma sensação de conquista e realização. Eu tenho 23 anos, sou

bem jovem... mas quando eu era adolescente não havia uma história como a do Charlie e do Nick pra que eu me inspirasse. Saber que eu ajudei a contar essa história pra que outros adolescentes se sintam acolhidos faz uma diferença muito grande, traz um quentinho pro coração.


Escreva uma mensagem para os leitores do Yaoi Brasil


João Victor Granja: Obrigado pelo carinho e por gostarem do meu trabalho! E assistam "Heartstopper" (várias vezes). Dublado, principalmente hehe.


Vitor Mello: Quero pedir de coração que valorizem a boa dublagem. Que entendam a

importância do nosso trabalho e a dimensão que ele tem pra inúmeras pessoas, mesmo que talvez você prefira assistir ao conteúdo no idioma original. Dublagem é mais do que um trabalho, é acessibilidade e inclusão! Além disso, busquem e torçam por histórias como do Charlie e do Nick, porque nós merecemos muitas outras histórias como essas e elas precisam ser contadas.

148 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo